Nesse texto Jesus rejeitou a pena capital? João 8:3-11 (cf. Rm 13:4)

PROBLEMA: Algumas passagens apresentam um bom argumento em favor da pena capital (de morte). Por exemplo, Romanos 13:4 diz: "porque não é sem motivo que ela [a autoridade do governo] traz a espada; pois é ministro de Deus, vingador, para castigar o que pratica o mal". Em João 8, uma mulher é surpreendida em adultério, o que era causa para apedrejamento, de acordo com a lei mosaica. Contudo, Jesus não agiu de forma a fazer com que ela morresse, mas perdoou-lhe o pecado. Daí pode-se concluir que Jesus rejeitou a pena capital?

SOLUÇÃO: Primeiro, a autoridade em Romanos 13 é o governo romano, e as autoridades em João 8 são judias. A questão é que os judeus tinham de agir conforme a lei romana. Por exemplo, se eles realmente iriam apedrejar aquela mulher, por que eles tiveram de buscar a ajuda de Pilatos na crucificação de Jesus? Pois em João 18:31 os judeus responderam a Pilatos, dizendo: "A nós não nos é lícito matar ninguém". Mas no caso da mulher adúltera, eles estavam prontos para apedrejá-la.

Segundo, eles não agiram em concordância com a própria lei. A lei dizia que os dois, o homem e a mulher, teriam de ser trazidos perante o povo (Dt 22:22-24). Desde que essa mulher tinha sido pega no próprio ato (v. 4), por que o homem não foi trazido junto com ela para ser apedrejado? Os escribas e fariseus que supostamente eram cidadãos guardiães da lei falharam num ponto chave de sua própria lei.

Terceiro, os motivos que aqueles escribas e fariseus tiveram eram errados. Eles estavam usando aquela oportunidade para tentar pegar Jesus de alguma forma, para que assim tivessem uma razão para acusá-lo (v. 6). O crime de adultério não lhes parecia ser importante. Antes, parecia-lhes mais importante encontrar um motivo para acusar Jesus.

Essa passagem, então, não é um bom texto para quem queira propor que Jesus se opunha à pena de morte. De fato, outras passagens da Escritura parecem dar suporte a tal idéia (veja Gn 9:6 e Mt 26:52).


MANUAL POPULAR de Dúvidas, Enigmas e "Contradições" da Bíblia - 
Norman Geisler - Thomas Howe.

0 comentários:

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog