As Ursas de Eliseu


Pr. Ricardo Ribeiro

"Então subiu dali a Betel; e, subindo ele pelo caminho, uns meninos saíram da cidade, e zombavam dele, e diziam-lhe: Sobe, calvo; sobe, calvo! E, virando-se ele para trás, os viu, e os amaldiçoou no nome do SENHOR; então duas ursas saíram do bosque, e despedaçaram quarenta e dois daqueles meninos. E dali foi para o monte Carmelo de onde voltou para Samaria." 2RS 2:23 - 25 


O argumento:

Os ateus tem um costume de interpretar a biblia de modo que tudo saia do jeito que eles querem pra poder dizer a todos que evangelicos sao burros, os ateus nao atentam para os fatos históricos contido nas passagens....

Primeiramente quero dizer como estava o profeta Eliseu perante Deus e perante o povo!!!!

PERANTE O POVO:

Eliseu ainda era visto por alguns como o assassino de Elias, já que foi o ultimo a estar com ele. E ainda é assim hoje em dia, se a mulher morre num fato estranho o marido é o suspeito numero 1. Pois como Elias e Eliseu andavam juntos, haviam pessoas que achavam que ele era um assassino....

PERANTE DEUS:

Eliseu havia tomado o lugar de Elias, Eliseu agora era a boca pela qual o Senhor falaria ao povo, estava constituido de poder, estava a serviço de Deus, ele era o representante de Deus perante o povo, o sucessor de Elias!!

De volta ao texto:

Eliseu estava indo para Betel, que nesse momento havia se tornado o centro da idolatria em Israel, um lugar governado por Jeroboão.

E encontrou uns meninos que sairam da cidade. Que cidade? Betel, isso é certo! A palavra [na ár] no original quer dizer rapazes (idade entre 12 e 16 anos) quase adultos, [ref. Gen 22:5], pois os adultos com certeza estariam ocupados nos campos, então não eram crianças como todos pensam.

Eles eram algo como nossas gangs de rua, coisa que haviam em grande numero em Betel, que havia se tornado uma espécie de "Centro de SP a noite" !!!

Havia uma situação de grande perigo público, tao grave quanto as gangs de rua das grandes cidades em nosso tempo. Se aqueles jovens delinquentes estavam peranbulando pelas ruas em grupos de 50 ou mais, zombando de cidadãos respeitáveis e prontos para perturbar até mesmo um homem de Deus conhecidíssimo, nao se sabe quanta violência eles eram capazes de fazer, então eles nao eram apenas criancinhas que passaram e zombaram de Eliseu.

Acredita-se que eles também se opunham ao ministério de Eliseu...... E eles nao eram apenas 42 jovens, eles eram mais, 42 foi o que as 2 ursas conseguiu pegar, repare o texto:

"E, virando-se ele para trás, os viu, e os amaldiçoou no nome do SENHOR; então duas ursas saíram do bosque, e despedaçaram quarenta e dois daqueles meninos." 2RS 2:24 

Depedaçaram 42 DAQUELES MENINOS...., quantos? Não sabemos exatamente, mas eram pelo menos 42!!!

Gostaria a partir daqui estar analizando 3 pontos para a discusão:

PRIMEIRO:

A ofensa nao foi assim tão pequena.... trataram-no com desprezo, humilharan-no, e como ele era o profeta de Deus, a boca pela qual Deus falava, o próprio Deus foi insultado, o proprio Deus foi humilhado, sendo insultado na presença do seu profeta.

A ofensa em si tinha o propósito de desafir a condição de Eliseu como profeta do Senhor, que dizia: "Sobe Calvo, vc nao é profeta? Voa como Elias voou !!!"

O termo [calvo] pode ter tido uma conotação diferente, naquele tempo os leprosos raspavam a cabeça, e é de fato que toso sabem que um leproso era uma pessoa ignorada em toda a cidade, ninguem conversava com ele, ele era totalmente desprezado... Com isso chamando-o de calvo, queria dizer que ele era um rejeitado pela sociedade, e não necessariamente que Eliseu era careca.

Outra conotação a [calvo] poderia ser que naquele tempo as pessoas que perdiam seus parentes mortos, elas raspavam suas cabeças e provavelmente estava sendo preparada em Betel nao uma recepção digna de um profeta de Deus, mas um linchamento contra o homem que havia "assassinado" o seu predecessor. Deus havia dotado Eliseu de poderes espirituais, mas algum homens rejeitaram-no atribuindo-lhe poderes malígnos e milagres sobrenaturais de origem malígnas, cometendo assim imperdoável BLASFÊMIA contra o Espirito de Deus ( Leia-se Mt 12:22-32 especialmente o 31)

SEGUNDO:

A ação de Eliseu, tendo vinda de Deus, teve o propósito de amedrontar os participantes de qualquer outras gangs, pois se eles não temessem zombar de um profeta de Deus, poderiam ser uma ameaça para todo o povo de Deus...

É certo que após esse dia toda a nação israelita tornou-se convicta que Eliseu era um verdadeiro profeta e trazia uma palavra repleta de autoridade da parte de Deus. Até mesmo o impiedoso Rei Jorão, filho de Acabe, passou a tratá-lo com grande deferência e respeito (veja-se 2Reis 3:11-13), depois desse fato.

Não foi a primeira vez que Deus puniu seus inimigos com a morte, Elias já havia feito isso com os 450 profetas do deus Baal, provando que Ele era o único Deus e seus inimigos eram punido com a morte....

Nesse tempo a lei era "olho por olho e dente por dente" !!! Ainda bem que hoje não é mais assim, senão coitado dos ateus...

No nosso tempo Deus ama, ao inves de punir, mas ninguem vê isso, mas ele voltará a punir e entao será tarde demais....

TERCEIRO:

Não foi Eliseu que tomou a vida daqueles rapazes, foi o próprio Deus, pois somente Ele poderia ter dirigido as 2 ursas naquela hora para atacá-los.

Notemos que as 2 ursas nao atacou a Eliseu, somente aos rapazes o que nos mostra que não foi uma coincidência, Eliseu foi poupado como o povo Hebreu nas pragas do Egito.....

É evidente que por terem zombado do profeta Eliseu aqueles rapazes revelaram a sua verdadeira atitude para com o próprio Deus.

Um desprezo assim é punível com a morte. As escrituras não dizem que Eliseu orou para que tal tipo de castigo acontecesse. Foi claramente um ato de Deus em juízo sobre aquela impia gang!!!

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Para quem acha que 2 ursas nao podem estraçalhar 42 rapazes, eu faço um desafio, gostaria de pegar 41 rapazes e por 2 ursas atrás deles. Você me garante que as ursas não te pegam? Você acha que você corre mais que um animal enfurecido?

Outra coisa a biblia em nenhum momento fala que as crianças morreram, note-se estraçalhado, pode ser sem uma perna, ou sem um braço, eu sei lá.....

Imagine que poderiam ser 100 jovens e as 2 ursas aparecessem de surpresa atacando todo mundo no primeiro ataque cada uma já pegava uns 10. Sobram mais 10 para cada uma delas correr atrás e pegar.....

Eu acho totalmente possível, isso sem levar em conta o ato de Deus, imagine levando em conta que Deus julgou e condenou os jovens e Ele ordenou que eles morressem...

14 comentários:

Anônimo disse...

História mais ridícula, um Deus matando seres humanos...

Anônimo disse...

Então os "fins justificam os meios". Deus é bonzinho, né? Interpretação interessante. Deus é tão poderoso. Por que ele mesmo não se apresentou para aqueles rapazes, flutuando, sei lá. E os ensinassem, lhes mostrassem o correto... Ele é bem incopetente e esquentadinho... Nem os religiosos sabem o que diz na bíblia. A própria igreja Católica já assumiu que introduziu na bíblia estórias e coisas de acordo com o que queria. Inclusive fazia-se uma reunião, parece que a cada 100 anos, até o século XVII, para se fazer revisões, mudando textos, etc. Ou seja, o que saber o que é ou não verídico?

Anônimo disse...

Deus e pai e bom mas se necessário também açoita. SERIA FÁCIL SE ELE FOSSE SEMPRE bonzinho,não.todos temos de ser corrigidos ensinados como se diz

quem não tem pecado que atire a primeira pedra

Anônimo disse...

"E, virando-se ele para trás, os viu, e os amaldiçoou no nome do SENHOR; então duas ursas saíram do bosque, e despedaçaram quarenta e dois daqueles meninos."
PQP vcs ainda estão tentando explicar isso? lamentavel!

Anônimo disse...

Uma benção essa explicação.
Realmente Deus é fiel daqueles que são seus. E o melhor né...Ele é justo... e quem somos nós a questiona-lo, ele é que sabe o fim que cada um merece.
Vou ministrar essa história para meus alunos na igreja e foi de muita ajuda.
Glória a Deus.

Gabriel Vieira disse...

só tendo muita religião na cabeça, pra arrumar uma justificativa para um infanticidio

keroxk seforrends disse...

E tinha urso naquela região?

theoz disse...

Os 42 meninos que foram mortos por duas ursas, ao zombarem do profeta Eliseu -2 Reis 2: 23 e 24. Desde a mais tenra idade, os judeus são ensinados a respeitarem a lei de Deus e os profetas. Os meninos judeus são considerados maiores de idade aos 13 anos, quando celebram o seu bar mitzvah. Naquela ocasião, quando zombaram do profeta de Deus, não o fizeram inocentemente, mas sabiam exatamente o que dizia a lei de Moisés a respeito disso, e também que os profetas eram os porta-vozes do deus altíssimo. Eles tinham plena consciência do seu pecado e o fizeram por livre e espontânea vontade. Naquela época, todos sabiam perfeitamente que zombar de um profeta de Deus era zombar do próprio Deus. O estatuto da criança e do adolescente prevê que o menor infrator deve sofrer a medida sócio-educativa de internação, por desrespeitar a lei penal de seu país. Alguns desses infratores são assassinos e ladrões, verdadeiros psicopatas, perigosos para si mesmos e para toda a sociedade em que vivem. Na verdade, a folha de antecedentes infracionais de alguns desses meninos faz com que possam ser classificados como "irrecuperáveis" para retornarem ao convívio social. E isso porque a vida que levam fez com que suas consciências e mentes se tornassem cauterizadas e insensíveis. Na época do Velho Testamento, os meninos nascidos entre o povo de Israel que se tornassem criminosos irrecuperáveis deveriam enfrentar a pena capital. E isso por que as suas vidas, ao tornarem-se adultos, seriam um verdadeiro peso e desgraça para o seu povo. O deus onisciente os tomou como exemplo para todo o povo de Israel. a fim de que houvesse o temor e o respeito diante dos profetas de deus e da lei de Moisés. Diante de tal fato, muitos meninos e meninas foram salvos de uma vida de transgressões, pois entenderam que viver contra a lei de deus tem como conseqüência a morte. Se de fato, essa história ocorreu exatamente como está escrito, sendo Deus justo, ele os desencarnou por que sabia muito bem o que havia em seus corações e que, certamente, ao se tornarem adultos, se tornariam homens de Belial, vivendo pela violência e contrariamente às leis de deus. “Não vos enganeis; deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Gálatas 6:7). É a mesma história de Jonas, Sodoma e Gomoara que foram posta por exemplo da conseqüência da vida na maldade, na injustiça e no pecado.
http://verdadereoculta.blogspot.com.br/

Jason Marinho disse...

Prezado colega,
A bíblia diz apenas que as crianças ou adolescentes, como preferir chamar, o chamaram de calvo. Palavras como "vc não é profeta?" e "voa como Elias voou" são unicamente de SUA interpretação e imaginação, numa clara tentativa desesperada de justificar este infanticídio.
Existem muitos outros artifícios que você pode usar para tentar esta justificativa, mas pode ter certeza, culpar as crianças foi o pior caminho que você tomou.
Da mesma maneira que não acho correto alguns padres da ICAR culpar as crianças pelos casos de pedofilia, alegando que os padres são figuras carentes e as crianças é quem as estão seduzindo.
Esta passagem é realmente polêmica, e devemos ter cuidado em sua abordagem e saber em que terreno estamos pisando.
Um grande abraço.

Adeilson B disse...

Há de se considerar todo o contexto de necessidade de afirmação do profeta que tinha influência em todas as instâncias da sociedade da época. Em toda a história humana eventos trágicos mudaram o rumo da história, e por incrível que pareça para melhor, veja só, precisaria morrer mais de 100 no RS para se levar a sério regras de segurança ? infelizmente pra sociedade sim, estes pouparão outros milhares.

Camilo barbosa da Silva disse...

Duas ursas para 42 rapazes, enquanto elas tavam ocupadas com estraçalhando cinco ou seis, não dava tempo dos demais fugirem?

Que ursas rápidas!

Marco Antonio - Kiko disse...

Que deus é esse??? De uma crueldade, que nem precisa do demônio pra ajudar!

Pesquisador Cavalcante disse...

Pesquisador Cavalcante - diz:

Eu diria apenas que Elizeu era profeta (isto é, médium) de Javé ou Jeová. Este sim mandou matar muita gente, não poupando as mulheres, as crianças e os idosos e, ainda por cima, se apresentando como o próprio Deus.

Nossos irmãos evangélicos precisam colocar as coisas em seu devido lugar. Não confundir Jeová com o Senhor Supremo do Universo, pai do Sr Jesus. É uma ofensa muito grande ao Senhor Deus.

Por falar em senhor, os editores modernos costumam substituir a denominação Jeová por o Senhor nas bíblias dos evangélicos, confundindo a cabeça dos fiéis, chamando de Deus, um simples guia espiritual do povo de Israel.

Steves de Souza Bastos Albuquerque disse...

Deus nos ama. Porém esse amor não faz dEle devedor de coisa alguma a nós, que somos apenas criação de Suas mãos. Os pregadores mostram na maioria das vezes uma das "facetas" de Deus: o Seu amor, que é verdadeiro. Mas tão forte como Seu amor é a Sua justiça. Deus é uma Pessoa completa e não é só amor, mas também odeia o mal e é o único competente para puni-lo. Quem você acha que nos lançará no "lago de fogo" se mantivermos nossa rebeldia? Isso independe da nossa crença.

Postar um comentário

REGRAS AO COMENTAR:

"Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem. Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção. Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade. Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo." [Efésios 4:29-32 (NVI)]

1 - Todos os usuários deverão se identificar de alguma forma (nome, apelido ou pseudônimo).

2 - Comentários somente com letras maiúsculas serão recusados.

3 - Comentários ofensivos serão deletados.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Dúvidas entre em contato - helio.juniorjp@gmail.com - "Estejais sempre prontos para responder a todo aquele que pedir a razão da esperança que há em vós" (I Pe. 3.15)

Irmãos

Arquivo do blog